.
Fechar

Acesso Caixadirecta

Empresas
Particulares
Fechar

Acesso Caixadirecta

Empresas
Particulares
Newsletter Caixa Empresas Dezembro 2018
Newsletter Caixa Empresas Dezembro 2018

 INDÚSTRIA

 

Numa edição dedicada ao setor Indústria, começamos por fazer votos de um feliz Natal e um ano de 2019 repleto de sucessos empresariais, com a Caixa ao seu lado. Para tal, deixamos-lhe as nossas propostas e um pequeno enquadramento do atual contexto da indústria portuguesa.

Tendo em conta os dados divulgados em novembro pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o índice que mede o volume de negócios na indústria cresceu 2,1% em setembro, face ao período homólogo de 2017, depois do avanço de 2,9% verificado em agosto.

As vendas para o exterior aceleraram ligeiramente, passando de uma subida de 0,7% para um avanço de 1,1%. Em termos de categorias de bens, os maiores contributos positivos vieram dos bens de investimento e da energia.

A Caixa coloca ao dispor das suas empresas diversas soluções para apoiar o crescimento económico da indústria portuguesa:

Gestão Corrente

  • Linha Capitalizar 2018 – Fundo Maneio;
  • Linha Capitalizar 2018 - Plafond de Tesouraria;
  • Cartão Pré-Pago Caixa Break;
  • Caixa Mais Tesouraria: Factoring e Confirming.

Apoios ao Investimento

  • Linha Capitalizar 2018 – Investimento;
  • Linha Capitalizar 2018 – Micro e Pequenas Empresas;
  • Financiamento em Leasing Mobiliário e Imobiliário.

LINHA CAPITALIZAR 2018

 

Fundo de maneio, tesouraria ou investimento? Temos a solução.

No âmbito da Linha Capitalizar 2018, com garantia mútua, a Caixa celebrou um protocolo com as Sociedades de Garantia Mútua (SGM) Garval, Lisgarante, Norgarante e Agrogarante, o IAPMEI e a PME Investimentos, tendo como principal objetivo melhorar as condições de acesso ao financiamento das empresas portuguesas.

Financiamento de curto e médio prazo e soluções tecnológicas:

  • Fundo de Maneio (700 milhões de euros)1 - Para reforçar os recursos financeiros das PME nacionais, a Caixa financia o reforço dos seus fundos de maneio.
  • Plafond de Tesouraria (150 milhões de euros)1- Para apoiar operações de financiamento de necessidades de tesouraria para que a sua empresa não pare.
  • Indústria 4.0/Apoio à Digitalização (100 milhões de euros) - Apostamos em soluções tecnológicas para “fábricas inteligentes”. A Caixa financia os projetos tecnológicos da sua empresa, em condições vantajosas, e apresenta-lhe soluções de financiamento para investimentos na área da Indústria 4.0.

Financiamento de Micro e Pequenas Empresas e investimento de médio e longo prazo:

  • Micro e Pequenas Empresas (450 milhões de euros)1 - Apoiamos as suas ideias e projetos. A Caixa dá crédito às suas necessidades de fundo de maneio e investimento em ativo fixo.
  • Investimento 200 milhões de euros2 - Apoiamos o crescimento da sua empresa. A Caixa financia os projetos de investimento da sua empresa, em condições vantajosas.

________________________
1Até 10% do valor global desta linha destina-se a empresas do setor primário.
2Repartidos por duas dotações específicas:
  a) Dotação “Projetos 2020”, no valor de 100 milhões de euros;
  b) Dotação “Geral”, no valor de 100 milhões de euros.


icon leasing

CAIXALEASING MOBILIÁRIO E IMOBILIÁRIO

 

Beneficie de redução nas comissões iniciais1 e da disponibilização de uma oferta de taxas fixas1

Para apoiar o investimento das empresas e para que a sua atividade não pare, a Caixa beneficia os seus Clientes da redução nas comissões iniciais1 e da disponibilização de uma oferta de taxas fixas1 para financiamento em leasing imobiliário2 ou leasing mobiliário3, através da Caixa Leasing e Factoring, uma empresa do Grupo CGD.

Vantagens:

  • Maior segurança para o Cliente, face à evolução futura dos indexantes na opção por taxa fixa, garantindo a certeza do valor da prestação durante todo o prazo do financiamento;
  • Benefícios fiscais;
  • Operações de médio/longo prazo sem constituição de garantias reais;Gestão on-line via Caixadirecta Empresas dos seus contratos de leasing ativos, com consulta de informação sobre prestações, valor residual, taxas e encargos, plano financeiro, etc., bem como de campanhas em vigor.

A Caixa Geral de Depósitos atua enquanto intermediário de crédito vinculado da Caixa Leasing e Factoring, Sociedade Financeira de Crédito, SA (CLF).

_____________________
1Campanha válida até 31 de dezembro de 2018.
2TAE de 2,925%, calculada em dezembro de 2018, com base numa TAN de 2,70% (Euribor a 12 meses de -0,147% que, por ser negativa, se considera 0,000% + spread de 2,70%), para um financiamento de 200.000 € a 180 meses, com 2% de Valor Residual. Inclui comissão de estudo e montagem, de gestão e portes. Inclui comissão de avaliação 799,50 €, comissão de estudo e montagem com redução de 50% 461,25 €, de gestão e portes 8,92 €.
3TAE de 2,537%, calculada em dezembro de 2018, com base numa TAN de 1,90% (Euribor a 12 meses de -0,147% que, por ser negativa, se considera 0,000% + spread de 1,90%), para um financiamento de 30.000 € a 60 meses, com 2% de Valor Residual. Inclui comissão de estudo e montagem com redução de 20% 147,60 €, de gestão e portes 4,61 €.


FACTORING E CONFIRMING

 

Pague e receba a horas sem preocupações.

Campanha de fim de ano1: Beneficie de 50% de redução nas comissões de contratação e de gestão de faturas de Factoring2 e Confirming3 para novas operações contratadas.

Para os pagamentos e recebimentos das empresas, sendo aplicável a todas as modalidades de Factoring e Confirming em comercialização:

  • Caixa Fast;
  • Factoring Doméstico e de Exportação;
  • Confirming;
  • Confirming Garantido (exclusivo Clientes Caixa TOP).

A Caixa Geral de Depósitos atua enquanto intermediário de crédito vinculado da Caixa Leasing e Factoring, Sociedade Financeira de Crédito, SA (CLF).

 

_____________________
1Campanha válida até 31 de dezembro de 2018.
2TAE de 1,819% calculada em dezembro de 2018, com base numa TAN de 1,00% - Euribor a 12 meses (média aritmética simples das cotações diárias do mês anterior ao período de contagem de juros, correspondente a -0,154%, que, por ser negativa, se considera 0,000%) acrescida de um spread (componente fixa) de 1,00%, para uma utilização de crédito de 150.000 Euros a 12 meses.
3TAE de 1,035% calculada em dezembro de 2018, com base numa TAN de 1,00% - Euribor a 12 meses (média aritmética simples das cotações diárias do mês anterior ao período de contagem de juros, correspondente a -0,154%, que, por ser negativa, se considera 0,000%) acrescida de um spread (componente fixa) de 1,00%, para uma utilização de crédito de 150.000 Euros a 12 meses.


icon fora da Caixa

ACONTECEU

 

XXI Encontro Fora da Caixa - Viana do Castelo

A 19 de novembro, teve lugar a XXI edição dos Encontros Fora da Caixa, desta vez no Forte de Santiago da Barra, em Viana do Castelo, numa iniciativa dedicada ao Noroeste Peninsular: Competitividade e Estratégia de Desenvolvimento Sustentável.

Neste Encontro, as atenções centraram-se na estratégia de crescimento sustentável do Noroeste Peninsular, nomeadamente o setor da economia do mar, mas também a área da energia, o setor automóvel e o turismo.

O tema da cooperação transfronteiriça foi dado como um exemplo para o resto do País, realçando a competitividade e dinamismo económico dos empresários da sub-região do Alto Minho. Neste contexto, as potencialidades da indústria naval foi um dos temas abordados, com destaque para o desenvolvimento da navegabilidade nos canais transfronteiriços, criando valor acrescentado, como alternativa à ferrovia.

Um dos temas em debate - realçado por todos os oradores - foi a inovação e competitividade, como vantagem da ligação transfronteiriça existente na região, exponenciando as exportações e levando as empresas instaladas a todo o mundo.

O Presidente da Comissão Executiva da Caixa, Paulo Moita de Macedo, encerrou mais um Encontro, destacando o papel da Caixa no apoio às empresas e a importância dos bons projetos para o investimento da banca. Sobre o futuro, relevou o crescimento e transformação digital da Caixa como um serviço mais inovador, crucial para a sustentabilidade da banca.

SABIA QUE

 

… ao financiar os seus investimentos através de Leasing Mobiliário ou Leasing Imobiliário, pode poupar na fiscalidade?

… por ter acesso ao estatuto Caixa TOP, a Caixa disponibiliza-lhe soluções de apoio ao comércio externo com condições mais favoráveis e ainda acesso à plataforma internacional do Grupo CGD?

… através da solução de Limite de Crédito Multifinalidade, a Caixa disponibiliza maior flexibilidade na utilização dos fundos e maior adequação às necessidades correntes de tesouraria das empresas?

… pode fazer transferências internacionais através do Caixadirecta Empresas?

PARCERIAS

 

A Caixa, em parceria com a COSEC, coloca à disposição o Seguro de Crédito.

Sempre que concede crédito a um cliente está a expor a sua empresa ao risco de incumprimento do pagamento. O Seguro de Crédito, cobrindo o risco de atraso ou falta de pagamento dos créditos comerciais concedidos pelas empresas aos seus clientes, permite-lhe ganhar competitividade para que se possa focar nos reais desafios da sua empresa e crescer com segurança, tanto no mercado nacional como internacional.

O Seguro de Crédito é um instrumento particularmente relevante nas operações de exportação de bens e serviços e no apoio à internacionalização das empresas, que vem reforçar a atual oferta de Comércio Externo da CGD.

COBERTURA RISCO CAMBIAL
 
Atraso no pagamento (mora)
Falência ou insolvência
Aprovação de concordata ou moratória
Insuficiência de meios de pagamento
1. PREVENÇÃO DE RISCO
É atribuido um limite de crédito para os seus Clienes em função da avaliação de risco do mesmo.
2. RECUPERAÇÃO DE DÍVIDAS
Atuação imediata quando nos informar de atrasos de pagamento ou situações de incumprimento.
3. INDEMNIZAÇÃO
Em caso de não pagamento causado por risco coberto na apólice, é processada a indemnização para minimizar os impactos no seu cash-flow.
 

Esta informação não dispensa a consulta da informação pré-contratual e contratual legalmente exigida.

Caixa Geral de Depósitos, S.A., com sede na Avenida João XXI, nº 63 Lisboa, Mediador de Seguros Ligado n.º 207186041 (registado junto da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – ASF em 20/09/2007 - informações adicionais relativas ao registo disponíveis no site da ASF), autorizada a exercer a atividade nos Ramos de Seguro de Vida e Não Vida com a Seguradora Fidelidade - Companhia de Seguros, S.A. e no Ramo de Seguro Não Vida com a COSEC - Companhia de Seguros de Créditos, S.A.

A CGD, S.A não está autorizada a receber prémios nem a celebrar contratos em nome da COSEC e, na sua qualidade de mediador de seguros, não assume qualquer responsabilidade na cobertura de riscos inerentes ao contrato de seguro.

COSEC - Companhia de Seguro de Créditos, S.A., Sociedade Anónima de Seguros, com sede em Avenida da Liberdade, 249, 6º piso, 1250-143 Lisboa, autorizada pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) a exercer atividade nos Ramos Não Vida - Crédito e Caução. Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob número único da matrícula e de identificação fiscal n.º 500726000, com o capital social de 7.500.000 €.

PRÓXIMOS EVENTOS

 

Eventos CCIP:
Roadmap Gondomar - 12 de dezembro, Câmara Municipal de Gondomar;
Bootcamp Internacionalização - 7 de dezembro, Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

Os Clientes CGD beneficiam de condições de associado para os eventos e missões internacionais da CCIP.

As condições da oferta de produtos e serviços mencionadas respeitam à data das Newsletters e não vinculam a CGD à data atual.

Newsletters anteriores