Ações de florestação - Caixa / Quercus

A Caixa Geral de Depósitos e a Quercus juntaram-se para levar por diante um projeto de plantação de espécies autóctones, em diferentes localidades de Portugal com o objetivo de salvar a floresta original portuguesa.

A Caixa e a Quercus pretendem, através deste apoio à plantação de espécies autóctones, contribuir para a adoção de atitudes e comportamentos ambientalmente adequados, tendo em vista a preservação e valorização da floresta.

Esta iniciativa insere-se na “Floresta Caixa”, da CGD, e no programa "Criar Bosques, Conservar a Biodiversidade", da Quercus, e integra os projetos, do 1º Semestre de 2009, do Fundo Caixa Fã.

A Floresta Caixa constitui o conjunto de iniciativas da Caixa que visam contribuir para a construção de uma nova floresta em Portugal - uma Floresta constituída por espécies autóctones, gerida de forma ativa e sustentável. A atuação da CGD traduz-se no apoio a projetos de florestação e recuperação de zonas ardidas até à Floresta Caixa Carbono Zero, passando por ações de Sensibilização Ambiental para a importância da floresta.

O programa "Criar Bosques, Conservar a Biodiversidade" visa criar e cuidar de bosques de espécies autóctones, árvores e arbustos originais da flora portuguesa.

No âmbito deste projeto, a Caixa tem vindo a desenvolver várias iniciativas:

14 de fevereiro de 2009
A plantação, do 1º Semestre de 2009, abrange uma área de cerca de 15 hectares, nas seguintes localidades :

  • Montemor-o-Novo
  • Serra de São Mamede
  • Idanha-a-Nova
  • Castanheira de Pera
  • Azambuja 
  • Penamacor
  • Vila Pouca de Aguiar
  • Murça

21 de novembro de 2009
Para celebrar o dia da floresta autóctone a plantação abrangerá uma área de cerca de 18 hectares, nas seguintes localidades :

  • Baião
  • Cadaval
  • Grândola
  • Ponte de Sôr
  • Portalegre
  • Sabugal
  • Soure
  • Vila Real

 

 

Logotipo da Quercus

Mais...