Roteiro para um verão low cost

dicas para poupar no dia-a-dia

Casa e Família

Período privilegiado de férias, o Verão pode ser também a sua oportunidade de poupar com as atividade em família. 31-07-2019

Chegado o verão, andamos tão concentrados em como vamos passar as férias que nos esquecemos de usufruir verdadeiramente dos dias solarengos, das noites quentes, do convívio com amigos e familiares ou mesmo das inúmeras atividades de lazer que, por esta altura, povoam as agendas culturais das cidades.

Queremos com isto dizer que o verão não tem necessariamente de ser encarado como um período dispendioso. Aliás, pode até bem ser um verão low cost sem grande esforço.

Reunimos, a este propósito, um conjunto de dicas que o poderá ajudar a aproveitar ao máximo o verão sem ter que gastar muito dinheiro. E se este ano o orçamento familiar não lhe permite ir de férias, este roteiro vem mesmo a calhar.

Eis as cinco dicas para um verão low cost:

Investir em mais atividades outdoor

Além das idas à praia, que miúdos e graúdos adoram, há um conjunto de outras atividades nada dispendiosas e perfeitas para um verão low cost. Um piquenique no parque com a família, acampar no jardim ao fim-de-semana, um passeio de bicicleta ou uma caminhada diária ao final da tarde parecem-nos boas opções.

Escolha atividades que lhe permitam tirar o máximo de partido do bom tempo, que reforcem os laços familiares, mas sobretudo que lhe tragam serenidade. A carteira até pode ficar em casa.

Conhecer melhor a cidade

Se vive numa grande cidade, poderá aproveitar os dias longos de verão para conhecer melhor, e ao seu ritmo, o património da cidade, como monumentos, parques e outros espaços simbólicos. Dirija-se a um centro de turismo, peça um mapa, algumas informações e aventure-se na cidade onde mora. Deixe o carro em casa e, se necessário, distribua estas visitas por vários dias.

Usufruir da oferta cultural gratuita

Nos meses de verão, os municípios têm uma grande oferta cultural e de entrada gratuita. Trata-se, no fundo, de um convite para as pessoas saírem de casa, conviverem e viverem mais a cidade.

Cinema ao ar livre, concertos, festivais temáticos, são algumas das atividades que fazem parte das agendas culturais. Além disso, ao domingo, as entradas em museus são, por norma, gratuitas e costumam ter workshops ou oficinas especialmente dirigidos a famílias. Porque não aproveitar este dia e usufruir de cultura sem pagar? Passe pelos centros culturais da sua terra ou pela Camara Municipal e consulte as agendas previstas para os meses de verão

Organizar jantares de convívio em casa

Reúna os amigos para um jantar em casa. Se uns trouxerem o vinho e outros a sobremesa, as despesas diluem-se. É uma excelente oportunidade para pôr a conversa em dia e de passar um serão bastante agradável. E é muito provável que os seus amigos queiram retribuir a gentileza e organizar um outro jantar. Faça o mesmo com familiares.

O convívio, a partilha de experiências e uns petiscos. Nada pode melhorar este tipo de momentos.

Organizar atividades indoor

Além de todas as atividades referidas, é importante que não subestime as atividades de lazer que são possíveis de organizar em casa.

Além da tenda de campismo no jardim ao fim-de-semana, a que já nos referimos, organize, por exemplo, sessões de jogos de tabuleiro, uma “hora do conto” para as crianças, a preparação de receitas em família, plantar ervas aromáticas, flores ou mesmo uma árvore. Pode ainda aproveitar este momento para conversar com os filhos sobre sustentabilidade ambiental.

Tente pensar fora da caixa para ocupar os tempos livres em família, mesmo que em casa. É importante que as crianças passem tempo de qualidade consigo e que façam atividades diferentes daquelas da rotina escolar.

Aliás, se assim for, há uma grande probabilidade de este verão low cost se transformar num verão inesquecível para todos.

Aproveite para dar um incentivo à veia voluntária que há em si

Na pesquisa que fizer sobre as alternativas culturais e de ocupação dos tempos livres, aproveite para identificar projetos que possam trazer valor à comunidade e que precisem de ajuda. O verão pode ser um bom momento para nos pôr a pensar em como gerir melhor o nosso tempo e de como o podemos rentabilizar. O voluntariado é uma boa aposta que seguramente deixará marcas além da época estival.