10 dicas para poupar nos transportes

Mobilidade

Fique a conhecer dez formas de poupar algum dinheiro nos transportes, alterando apenas alguns hábitos. 21-10-2014

Independentemente da relutância que muitas pessoas ainda mostram em deixar o carro em casa e aderir aos transportes públicos, a verdade é que, muitas famílias procuraram soluções para baixarem os seus encargos mensais com os transportes. Aqui ficam 10 dicas de poupança que poderá implementar nesta área.

1. Optar pelo combustível mais barato

É sempre importante estar atento aos postos de abastecimento que disponibilizam os combustíveis mais baratos. Para ter acesso a esta informação basta consultar o site criado pela Direção Geral de Energia e o Geologia, Preços dos Combustíveis Online, onde poderá verificar qual o posto de combustível mais barato da sua zona.

2. Utilizar os transportes públicos

Para quem vive nas grandes cidades utilizar os transportes públicos pode tornar-se uma vantagem. Não só a nível monetário, mas também a nível ambiental. Se morar dentro da zona de Lisboa, por exemplo, um passe combinado de autocarro e metro pode ser vantajoso face ao  uso do carro. Ao optar pelos transportes públicos, poupa no ambiente e no tempo a encontrar estacionamento. Isto já para não falar do desgaste do carro.

3. Recorrer às boleias

Outra forma de poupar no combustível é optar por recorrer aos serviços de boleias. Com a crise, surgiram vários websites de partilha de boleias como Bla Bla Car. Normalmente, a despesa da viagem é partilhada o que leva a que cada vez mais pessoas recorram a estes serviços para fazerem viagens de longo curso. Imagine que na próxima semana quer fazer uma viagem Lisboa-Porto. Aqui é possível encontrar pessoas que vão fazer a mesma viagem no mesmo dia e que estão disponíveis para lhe dar uma boleia.

4. Escolher o seguro automóvel mais adequado à sua carteira

Pagar o seguro automóvel é um dos encargos fixos que tem que cumprir perante a lei. Mas que isso não o impeça de possa poupar com este encargo. Faça simulações em várias seguradoras, veja qual o que melhor se adequa às suas necessidades e ao tamanho da sua carteira. Esteja também atento às ofertas das chamadas seguradoras low cost. Esta comparação pode fazê-lo poupar muitos euros ao final do ano.

5. Andar a pé ou usar a bicicleta

No que toca a fazer percursos pequenos, a melhor opção de poupança é andar a pé. Além de fazer bem à saúde, é também uma boa oportunidade para fazer exercício físico sem gastar dinheiro. Da mesma forma, andar de bicicleta também pode tornar-se numa forma de poupar nos transportes. Desde ir às compras a passear, pode aproveitar a vantagem das duas rodas para ficar a conhecer melhor alguns caminhos da sua cidade sem gastar dinheiro. Se optar por esta opção, não se esqueça de seguir as regras do código da estrada para os ciclistas.

6. Fazer uma manutenção regular ao seu carro

Não espere que o seu carro comece a dar problemas para o levar ao mecânico. Antes que aconteça alguma despesa inesperada aproveite para levar o seu automóvel regularmente ao mecânico. Desta forma, poderá estar a poupar numa fatura dispendiosa com o seu carro uma vez que os problemas mais graves muitas vezes podem ser antecipados e prevenidos.

7. Usufruir dos descontos e promoções

Apesar de serem cada vez menos, algumas transportadoras oferecem descontos aos seus utilizadores. Ainda assim, quem tem rendimentos familiares reduzidos pode baixar o valor final a pagar pela utilização dos transportes públicos. Além disso, pode também aproveitar algumas promoções efetuadas pelas operadoras de transportes como é o caso da CP, da Refer ou de algumas rodoviárias que aproveitam algumas ocasiões para baixar os preços dos bilhetes.

8. Optar por companhias low cost na hora de viajar

Escolher uma companhia aérea de baixo custo para viajar para o estrangeiro é uma opção de muitas famílias. Não se esqueça de que muitos serviços (como as refeições e bebidas a bordo) que estão incluídos nos voos das companhias tradicionais terão de ser pagos à parte nos voos low cost.

9. Abdicar do segundo automóvel

São muitos os encargos que um automóvel traz. Crédito, seguro, imposto único de circulação, combustível, inspeção e reparação são exemplos de despesas que terá de suportar com a sua viatura. Estas despesas passam para o dobro quando existe um segundo carro na família. Por isso, se pretende dedicar cada vez menos dinheiro do seu orçamento familiar ao automóvel, abdicar de um segundo carro pode ser uma solução. Com alguma organização, o segundo veículo pode passar a ser dispensável.

10. Poupar a conduzir

Faça uma condução estável. Se tem carro e quer poupar combustível saiba que se adotar uma condução branda e estável irá consumir menos combustível. Por outro lado, se tiver o ar condicionado ligado também verá a fatura com o combustível subir (até 20%). Verifique também com alguma regularidade a pressão dos pneus. Isto porque uma pressão inferior à recomendada pode contribuir para um aumento de 4% do consumo de combustível.