Os sete passos para gerir a sua carteira de despesas

Dabox

Controlar e gerir despesas pode ser um exercicio complicado. Deixamos-lhe sete dicas para o apoiar. Bom proveito e boa gestão. 21-02-2020

Gerir as finanças pessoais nem sempre é um exercício fácil. As contas para pagar acumulam-se e, no final do dinheiro, parece sempre sobrar mês. Se este é o seu caso, certamente já percebeu que, quanto menor é o controlo sobre o que gasta mensalmente, maior é a dificuldade em gerir a carteira de despesas de forma eficaz. No entanto, com disciplina e algumas dicas, é possível voltar a ter o controlo das suas finanças.

Tal como Hércules, ao enfrentar os seus doze trabalhos, gerir a sua carteira nos tempos que correm coloca-lhe sete desafios. No final, a recompensa. Um maior equilíbrio entre custos e proveitos e uma sensação de tranquilidade financeira. Para o ajudar, dissecamos os sete passos para uma gestão bem-sucedida das finanças.

 

Registe as entradas e saídas de dinheiro

O primeiro passo para garantir o controlo das finanças pessoais é manter um registo atualizado das entradas e saídas de dinheiro. Se ainda não regista todos os pagamentos e recebimentos, está na altura de começar a fazê-lo. Este hábito vai permitir-lhe ter uma visão global de quanto dinheiro gasta, todos os meses, e de como o gasta.

Embora algumas pessoas continuem a preferir fazê-lo em folhas de cálculo ou no bom e velho caderninho de papel, já existem opções muito mais modernas (e práticas). O que é que traz sempre no seu bolso, para qualquer lado que vá? Exatamente, o seu smartphone! Existem várias App gratuitas de gestão financeira. No entanto, recomendamos uma App que identifique e categorize depósitos, transferências e pagamentos automaticamente, sem ter a necessidade de estar constantemente a atualizar as entradas e saídas de dinheiro.

Ao englobar todas as entradas e saídas de dinheiro numa só app, conseguirá ter uma visão mais ampla do estado das suas finanças. Irá poder também identificar as categorias onde gasta mais dinheiro, sendo mais fácil, assim, implementar medidas de redução ou controlo de custos.

 

Leia também:A App para ajudar a poupar

 

Controlar os gastos variáveis

Normalmente, já contámos com as despesas fixas (renda, água, luz, entre outros), logo ao início do mês e reservámos uma fatia para esses gastos. O que, muitas vezes, descontrola a gestão da carteira de despesas são os gastos variáveis, ou seja, aqueles com que não estávamos a contar e que não têm valor fixo.

Um almoço com os colegas, uma saída a dois, uma reparação automóvel inesperada. O facto de não existir um valor fixo para este tipo de gastos pode ser o factor-chave que descontrola as finanças. Assim, recomendamos que, mensalmente, estipule um valor médio para gastos variáveis. Para definir este valor, recorra à app de gestão financeira e analise os valores gastos em categorias não regulares (restaurantes, cabeleireiros, oficinas, por exemplo).

 

Leia também:Antecipe as suas obrigações fiscais

 

Cumpra os prazos de pagamento

Com a correria do dia-a-dia, é muito fácil esquecermo-nos das datas importantes, incluindo os prazos de pagamento. Em alguns casos, são aplicados juros de mora quando se verificam atrasos de pagamento de prestações ou outras obrigações.

Para evitar estes gastos desnecessários, crie alertas no seu smartphone ou computador com os prazos de pagamento mais importantes (nomeadamente, cartão de crédito, imposto de circulação).

 

Leia também:Calendário Fiscal para 2020

 

Identificar oportunidades de poupança

Depois de identificar onde e como está a gastar o seu dinheiro, está na altura de identificar oportunidades de redução de custos. Com a ajuda da aplicação, analise as categorias onde está a gastar mais dinheiro, todos os meses.

Será a fazer refeições fora? Talvez possa começar a estipular alguns dias da semana para levar comida de casa. Gasta muito em telecomunicações? Procure um operador com melhores ofertas. Uma grande fatia do seu orçamento é alocado ao pagamento de combustíveis? Pondere passar a viajar de transportes públicos.

Este exercício é muito pessoal e depende de cada indivíduo, uma vez que está relacionado com as condições de cada um, estilo de vida, entre outras especificidades. No entanto, é certo que, seja qual for a sua rotina diária, existem oportunidades de poupança. Observe a gestão das suas despesas com um olhar crítico e descubra oportunidades de poupança.

 

Leia também: Dicas para poupar em 2020

 

Guarde, pelo menos, 10% do seu rendimento

Uma regra de ouro para gerir a carteira de despesas, de forma eficaz, é nunca descurar a poupança. Existem muitas teorias sobre o quanto devemos poupar mensalmente. Contudo, esta gestão depende do rendimento e das despesas fixas e variáveis de cada um. Ainda assim, existe um valor mínimo do seu rendimento que deve, obrigatoriamente, reservar para poupança.

Todos os meses, guarde, pelo menos, 10% do seu ordenado. Este valor deverá ser posto de parte (preferencialmente, numa conta poupança) e servirá para enfrentar imprevistos futuros e funcionar como almofada de segurança para projetos pessoais (como, por exemplo, entrada para a compra de uma casa ou um de carro).

 

Estabeleça objetivos de poupança

Uma coisa é garantida. É mais fácil poupar quando temos um objetivo em vista. Ainda se lembra quando poupava a mesada para comprar aquele brinquedo especial? Traga um pouco desta magia para a idade adulta e estabeleça um objetivo para as suas poupanças. Isto pode ajudá-lo a manter o foco.

Pense naquela viagem que sempre sonhou fazer, na remodelação da sua casa ou até mesmo na compra da sua casa de sonho. Motivado? Pois bem, agora que tem um objetivo específico, vai ser mais fácil abdicar de alguns gastos para ver a conta poupança engordar.

 

Procure opções de investimento

Este passo não é para todos! Agora que tem hábitos saudáveis de gestão financeira e que já começou a fazer crescer as suas poupanças, está na hora de procurar soluções de investimento. Geralmente, as opções com maior retorno financeiro implicam também maior risco. Fale com o seu gestor de conta e avalie o seu perfil de investidor. Opte por construir uma carteira diversificada de investimento para salvaguardar as suas poupanças.

 

Leia também: Como investir na bolsa?

O QUE A CAIXA PODE FAZER POR SI?

 

A DABOX é uma App que agrega todas as suas contas bancárias, independentemente do banco. O objetivo é facilitar o seu exercício de poupança.

 

Esta plataforma permite que - gratuitamente - em qualquer lugar e a qualquer hora, confirme o seu saldo global e movimentos de todas as suas contas.

 

Dá-lhe ainda possibilidade de visualizar graficamente as despesas; receitas ou o rendimento disponível até ao final do mês.

 

Pode ainda categorizar as despesas; definir e monitorizar orçamentos e objetivos de poupança, assim como beneficiar de dicas inteligentes e de alertas personalizados.

 

Saiba mais aqui

 

Leia também: