Adepto de futebol: o regresso

Casa e Família

No regresso do campeonato português de futebol aos estádios, cabe aos adeptos manterem-se em posição de defesa contra a Covid-19. 03-06-2020

Em breve poderá gritar alto e bom som mas, nada de manifestações efusivas de alegria e abraços para comemorar os golos da equipa. Estas são algumas das regras que se aconselham ao adepto de futebol que hoje voltam a apoiar o seus clubes do coração. Saiba como evitar a Covid-19 neste regresso do campeonato de futebol.

Deixamos-lhe um conjunto de regras de convívio e participação na festa do futebol. Deixe-se levar pelas emoções mas nada de se deixar contagiar pelo vírus. Adepto que é adepto responsável deve saber resistir.  Dizemos-lhe como.

 

Leia Também: Desconfinamento: as datas que precisa saber

 

O objetivo é o regresso aos estádios

Neste regresso do campeonato de futebol aos estádios nacionais, os  adeptos vão manter-se à porta. A Direção Geral de Saúde (DGS) já veio alertar de que o seu ingresso definitivo dependerá de uma avaliação rigorosa deste primeiro momento de retoma do campeonato de futebol.

O jogo de estreia entre o Futebol Clube do Porto e o Famalicão será por isso à porta fechada e, até instrução contrária, assim será com todos os restantes jogos do campeonato. Mas então e os adeptos?

Os adeptos podem continuar acompanhar os resultados da sua equipa mas com algumas regras de convívio – quando viajem em grupo para apoiar os clubes até aos estádios ou então em salas de convívio, cafés ou espaços fechados onde podem assistir às partidas pela televisão.

Atendendo a que a sua transmissão ainda não está garantida em sinal aberto, prevê-se que muitas pessoas se acabam por se juntar nalguns desses espaços mais localizados. Como devem os adeptos defender-se? Recordamos algumas regras.

 

Leia também: Restauração: a reabertura

 

Fora dos estádios mas com todos os cuidados

Independentemente do sítio onde assiste às partidas, perto do estádios, num espaço púlico ao ar livre, na sua junta de freguesia ou em casa de um vizinho, lembre-se que todos os cuidados são poucos.

Independentemente da cor do clube a quem lança os seus cânticos de vitória, cabe-lhe ter cuidado com a sua saúde e de todos os restantes adeptos.

 

1ª Regra: Usar sempre a máscara de proteção. Descarte-a em sítio seguro quando deixar de a usar.

2ª Regra: Cuide da higienização das mãos, antes de entrar ou sair de qualquer espaço ou depois de tocar numa superfície de uso público.

3ª Regra: Tenha especial atenção às regras de etiqueta respiratória. Tossir e espirrar para o braço ou para um lenço de que se deve descartar em caixote do lixo devidamente acondicionado. Nada de o deitar fora para o chão.

4ª Regra: Mantenha-se em casa ao mínimo sinal de estar doente. Seja prudente.

 

Leia também: O que devo fazer à máscara de proteção depois de a usar?

 

Como proceder em redor dos Estádios?  

 

5ª Regra: Respeite o perímetro de segurança que será garantido pelas autoridades.

6ª Regra: Preserve um distanciamento aconselhável de dois metros entre adeptos e restantes membros da claque.

7ª Regra: Evite partilhar objetos ou peças de roupa, por exemplo cachecóis e t-shirts. Vista a camisola à vontade mas nada de a partilhar como os seus colegas de claque.

8ª Regra: Festeje os golos mas sem se abraçar ao vizinho que tenha a mesma cor de cachecol ou camisola. Nada de reprimir as emoções, basta controlar as atitudes.

 

Leia também:Fiquei sem rendimentos: o que devo fazer?

 

Como proceder em espaços fechados?

 

9ª Regra: Respeite todas regras anteriores sem se esquecer de nenhuma. Todas podem ajudá-lo a combater o risco de contágio.

10ª Regra: Sugira e dê ideias de correção, caso testemunhe algum detalhe que contrarie s orientações da DGS.

11ª Regra: Regresse a casa de maneira ordeira e evite todas as concentrações de pessoas que possam pôr em risco o distanciamento recomendado.

 

Leia também: