Instant payments

Saiba como funcionam as transferências imediatas

O Banco e Eu

As transferências imediatas são processadas em tempo real. Após ordem de pagamento, o dinheiro é transferido em segundos. 31-07-2019

As transferências imediatas são uma solução de pagamento que permite transferir fundos para contas noutros bancos, com a certeza de que serão creditados na conta do beneficiário num período máximo de até 10 segundos. Ou seja, as operações são realizadas praticamente em tempo real.

Também conhecidas por instant payments – já possíveis entre cartões multibanco através do sistema MB Way da SIBS - o limite máximo por transferência é, para já, de 15 mil euros mas a ideia é que esse limite possa aumentar.

Uma das principais vantagens deste subsistema do Sistema de Compensação Interbancária (SICOI) é a capacidade de assegurar o processamento contínuo de transferências a crédito, 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano.

Tendo como finalidade agilizar necessidades empresariais - sobretudo a gestão de cobranças - ou mesmo otimizar a gestão financeira pessoal, este sistema visa abranger contas de bancos aderentes em toda a Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA - Single Euro Payments Area), sendo que atualmente, em Portugal, a cobertura ainda se restringe ao espaço nacional.

Transferências imediatas: como funcionam?

Em Portugal, o modelo de transferências imediatas entrou em vigor a 18 de setembro de 2018. Cada banco tem condições de acesso específicas e a adesão ao serviço por parte da instituição bancária é facultativa.

Para utilizar as transferências imediatas deve dirigir-se ao seu prestador de serviços de pagamento (por exemplo, o seu banco) e informar-se sobre a oferta deste serviço, nomeadamente sobre as condições de adesão e canais disponíveis.

Importa, contudo, saber que quer o ordenante, quer o beneficiário têm de ter uma conta de pagamento no mesmo ou em um outro prestador de serviços de pagamento aderente. Isto
é, se precisar de fazer uma transferência imediata para outra pessoa, é necessário perceber se o beneficiário também usufruiu desse serviço junto do banco onde tem conta.
Verificadas estas condições, as operações são processadas em tempo real, ou melhor, até 10 segundos após a aceitação da ordem de pagamento pelo prestador de serviços de pagamento do ordenante.

As transferências imediatas estão disponíveis apenas para particulares?

Não, as transferências imediatas estão disponíveis para utilizadores particulares e empresas. Importa frisar que pode recorrer a este tipo de transferências para realizar pagamentos entre particulares; pagamentos de bens e serviços de forma presencial ou remota (por exemplo, através da internet). Muito embora, seja ainda impossível transferir fundos para todos os 36 países SEPA, isso já ocorre entre contas de bancos nacionais aderentes. Ou seja, a solução ainda não permite fazer pagamentos para fora de Portugal. Quando assim acontecer, continuará contudo a viabilizar apenas transações em euros.

Como realizar transferências imediatas?

As transferências imediatas podem ser efetuadas através da internet — banca online e mobile –, mas também há instituições que facultam a sua realização ao balcão ou mesmo através do contacto telefónico com um operador.

Quais os custos?

O preço das transferências imediatas é livremente definido pelos prestadores de serviços de pagamento. Todavia, estes prestadores são obrigados a publicitar o preço destas transferências nos preçários divulgados ao público. Atualmente, o preço de uma transferência imediata ronda, em média, os €1,20.
Há bancos que oferecem pacotes de transferências imediatas tabeladas de acordo com o número de transferências efetuadas por mês. Quanto maior for o número de transferências, menor será o valor a pagar por cada uma.

Principais vantagens desta solução de pagamento

Quando comparada com as transferências de crédito normais, as transferências imediatas destacam-se logo pela rapidez com que as transações são realizadas. Enquanto numa transferência interbancária normal tem de esperar até ao final do dia útil seguinte para ver o dinheiro creditado na conta do destinatário, na transferência imediata a transação é feita em tempo real - independentemente da sua hora de execução.
Em termos de segurança, as transferências imediatas também apresentam vantagens significativas em relação a outros meios de pagamento, uma vez que o ordenante e o beneficiário dos fundos têm a confirmação imediata de que a operação foi concluída com sucesso.
No entanto, há que ter sempre em consideração as boas práticas na utilização de meios de pagamento, como por exemplo, não partilhar credenciais de acesso ou dados pessoais.
Em termos gerais, é uma solução cómoda, rápida e eficiente, na medida em que é baseada apenas em movimentação de contas, sem necessidade de cartão bancário, a par de uma maior abrangência e eficiência no processamento das operações.